Monday, March 23, 2009

Buraka chega à Austrália e arrasa!

Até os cangurus devem ter dançado! A malta que foi aos concertos que os Buraka Som Sistema deram por toda a Austrália há umas semanas atrás, incluindo aqui em Brisbane, ainda nem devem saber bem o que lhes aconteceu... Digam o que disseram este som é incrivelmente contagiante e toma controlo total do corpo. Os Buraka Som Sistema já passam há uns bons 2 anos aqui na rádio Triple J, o equivalente australiano da Antena 3 em Portugal, aliás desde que cá estou só ouvi duas bandas portuguesas a passar na rádio, os Buraka e os Loto, umas das minhas bandas portuguesas favoritas dos últimos anos, que curiosamente em Portugal nem é assim muito apreciada. Pois não é que os Buraka não só estão a tocar no outro lado do Mundo como estão a ser cabeças de cartaz de festivais e a deixar a sua marca bem vincada, a julgar pelas críticas dos concertos que já li.

É engraçado que quando fui a Portugal em 2006, quando o primeiro EP From Buraka to the World tinha acabado de sair, fiquei bué excitado com o som deles e vi perfeitamente que era um som com mercado internacional, pois há uma grande procura por novos sons, ou pelo menos de novas abordagens a sons já existentes, como é o caso. O engraçado é que na altura o pessoal no geral pareceu não curtir muito e de certa forma parecia haver um certo gozo generalizado com o som deles pois associaram logo a som "de bairro da lata" e ao kuduro clássico. Mas quando voltei em 2007 o som deles já tinha contagiado o pessoal todo e foi assim meio uma supresa pois foi um contraste imenso com o que tinha visto no ano passado. De certa forma é engraçado voltar a Portugal só de ano a ano pois, tal como neste caso, noto grandes contrastes em cada visita em certas coisas que estão em evolução permanente, um pouco como quando se acompanha o crescer de uma crianca só de ano a ano e se perdem as pequenas mudanças diárias e só se vê as etapas separadas.

O que é certo é que a Austrália acolheu os Buraka de braços abertos e espero que eles continuem a contagiar o Mundo com batidas Made in Portugal por muitos anos. É verdade que não é musica tipicamente portuguesa e ninguém associa imediatamente este som a Portugal, mas é um produto da cultura portuguesa actual, que é muito mais multi-cultural do que alguma vez foi. Afinal de contas Portugal sempre foi um país de emigrantes e apenas nas últimas décadas e especialmente nos ultimos 5-10 anos se tornou um destino de imigração vinda dos mais diversos contextos culturais, isto para além da imigração vinda das ex-colónias africanas que já fazem parte da mobília há bastante tempo.

Muita gente, especialmente aqueles que nunca saíram de Portugal e nunca viram o nosso país à distância não se apercebem o quão desconhecido Portugal e a cultura portuguesa são para a grande maioria dos outros países. E não é preciso ir muito longe, pois até os Nuestros Hermanos pouco sabem do que se passa no nosso país. Quando vim para cá e me apercebi disso sentia-me algo desapontado e culpava os outros por não saberam mais sobre nós, mas a pouco e pouco comecei a perceber o verdadeiro lugar que hoje em dia Portugal ocupa no contexto Mundial e a verdade é que está a anos luz dos tempos em que meio Mundo era nosso... Mas acima de tudo comecei a perceber que a culpa de hoje em dia o Mundo pouco saber de nós é quase toda nossa, pois infelizmente a verdade é que, no geral, não gostamos e não apoiamos devidamente o que é nosso e isso transparece para o resto do Mundo... Falta auto-estima nacional!... Há tanta qualidade e gente talentosa actualmente em Portugal, não só na música como nas Artes em geral e em muitas outras áreas e mesmo assim somos quase inexistentes no panorama cultural mundial... Claro que felizmente existem excepções e até noto recentemente uma certa mudança para melhor, mas ainda é pouco comparando com o que temos para oferecer e mostrar!

Como já dizia o anúncio: "Se nós não gostarmos de nós, quem gostará?"...

ps- cliquem aqui e aqui para lerem algumas das criticas acerca dos concertos que os Buraka deram por cá.

(lá tou eu a entusiasmar-me na escrita e a entrar em divagações... era mesmo só para fazer um post pequenino sobre a vinda dos Buraka à Austrália...)

7 comments:

ganda said...

Sim senhor!

Os BSS sao já uns habituees no reino Unido (já passaram inclusive 2 vezes por Nottingham).

E por acaso a semana passada qdo divagava pelo campus encontrei uma revista gratuita aqui da uni e enquanto lia nas calmas nao é que me deparo com uma entrevista aos BSS :) cool.

Sempre a dar. btw fiquem atentos ao novo album dos blasted (o vocalista mudou mas o som parece estar poderoso!!)

Pedro Ferro said...

Buraka entra / o som rebenta!

Quando se constrói algo com génio e energia pode muito bem dar-se o sucesso, mesmo que, aparentemente, de forma casual.

Os Buraka têm uma energia contagiante e muita personalidade, e pelos visto já foram longe... pelo menos aí, ao outro lado do mundo!

Abraço e vai-lhe dando nas divagações!

Afonso said...

Botas, sabes quantos elementos dos buraca som sistema são originários da Buraca??...zero! ahaha
Ganda post.
Fica bem

choco said...

wege..wege!!!!

Anonymous said...

Ainda os buraka não sabiam o que era sair deste buraco(musicalmente falando,no qual Portugal tá enterrado até às orelhas,salvo raras excepções)à beira mar plantado,já os Moonspell tavam carecas de dar concertos lá fora em festivais e salas esgotadas,levando sempre a bandeira e o orgulho de ser português.

MXU.

Joana said...

Pela Australiaa? Buraka anda forteee :) grande blog

Botas said...

Ganda,
ha assim um certo orgulho quando se esta' fora e se ve/le alguma coisa sobre a terrinha... OS BSS deixaram a sua primeira marca a serio com o concerto no mitico Fabric e foi isso que os lancou pois arrebentaram com aquilo.
Abraco

Oi Pedro,
podes crer meu. Quem sonha alto e tem talento chega la'. O segredo e' apontar o mais alto possivel pois mesmo que nao se chegue la ao topo chega-se ao maximo onde se poderia chegar.
Abraco!

Afonsinho,
por acaso pensava que algusn elementos vinham mesmo da Buraca. obrigado pelo info!
Abracao!

Xoco,
wegue,wegue... lol

Mestre Xuzemiro,
isso e' verdade meu, mas os Moosnpell tambem nao sao os unicos. Os Fonzie por exemplo tambem se mostraram bem e criaram uma base de fas internacional bem forte, especialmente no Japao. DJ Vibe tambem e o Pete Tha Zouk aka To Pe de Olhao... E depois num tom mais soft temos os casos de maior sucesso com os Madredeus, Dulce Pontes e mais recentemente AMriza, claro. Mas isso e' som capaz de te levar a um ataque esquizofrenico... Hehe!
Abraco malino!

Oi Joana,
pois e', ate eu fiquei admirado quando soube. E' quase literalmente "From Buraka to the World"!