Thursday, August 7, 2008

Sliding Liberia, a não perder!

Infelizmente só recentemente descobri este filme. Digo infelizmente porque perdi a apresentação do filme em Byron Bay em Março e deve ser demais ver um filme destes no grande ecrã. Adoro este tipo de filmes sobre descoberta de novos spots de surf ainda virgens que ainda se podem encontrar espalhados um pouco por todo o Mundo, se bem que a grande maioria só ainda são desconhecidos por se encontrarem em países em guerra ou com situações políticas instáveis, como é o caso da Libéria, onde o filme foi filmado. O realizador, Britton Caillouette, é responsável por outros filmes de referência, Shelter e Brokedown Melody, e a receita deste filme é similar à deste último, altas ondas quase virgens, um país do terceiro Mundo e um grupo restrito de soul surfers com Dan Malloy à cabeça.

Ainda não vi o filme (já encomendei o DVD) mas estes trailers que vos mostro são dos mais incríveis e empolgantes que já vi e deixam-me completamente a babar e ansioso por ver o filme. Não só pelas ondas, mas especialmente pela cinematografia e pelo olhar sobre a situção humanitária de países como a Libéria. Países que continuam a sofrer pelo passado colonialista que continua a pesar e a instigar muitos destes conflitos em África, movidos pelo interesse sobre os ricos recursos naturais que muitos destes países têm, como petróleo e diamantes. Gosto também deste tipo de filmes pois olham para o surf como algo que pode fazer uma pequena diferença positiva em pessoas e comunidades em sofrimento. Directamente, pois quem disfruta do mar começa a ver a vida de outra maneira mais positiva, mas também indirectamente, pela injecção de dinheiro que o turismo do surf trás a pequenas comunidades isoladas dos grandes centros económicos.

Nunca é demais levarmos com uma "chapada" de miséria e sofrimento para acordarmos para o facto de que somos verdadeiramente previligiados e que há muita gente neste Mundo a viver em situações de pobreza e guerra que são inaceitáveis nos dias que correm. Não se esqueçam de que o nível de vida dos países do "primeiro Mundo" só é o que é devido directa ou indirectamente à exploração ambiciosa e sem escrúpulos dos recursos e das pessoas dos países sub-desenvolvidos.

Desculpem pelo alongar da conversa, só queria falar mesmo do filme, mas o intervencionista que vive escondidinho dentro de mim às vezes salta cá para fora... Tentem arranjar o filme e disfrutem! Já agora espreitem o site do filme, http://www.slidingliberia.com/, que está demais.

6 comments:

Anonymous said...

Master estes trailers realmente do ponto de vista estetico arrasam e sao altamente inspiradores! é impressionante o contraste entre o paraiso eo terror num so sitio" Bom texto o teu sim senhor! asta e abraço! EDDIE/ARRIFANA

~luna~ said...

johnny você sabe do que fala, tem o dom da expressão, sem dúvida alguma.

V@sco said...

O 1º video não dá para visualizar...


Abraço.

Anonymous said...

belo post botini!

Botas said...

Pois e' amigo Eddie, e' engracado como o Paraiso e o Inferno andam sempre de maos dadas, ou melhor, como mesmo no Inferno ha' sempre um cantinho de Paraiso como neste caso. Abraco!

Luna: faz-se o que pode com o pouquinho que se tem... 'as vezes ate' saem umas coisinhas mais ou menos. Hehe. Mudando de assunto, so agora me lembrei de que "Luna" e' o nome (verdadeiro) da irma do Luca e do Joackim. Engracado... Beijinho. Pras duas ;-)

Oi Vasco, no meu computador o primeiro video aparece sem problemas... Da' umas pancadas no teu animal, 'as vezes so' assim e' que eles funcionam como deve de ser... Ja agora, o que e' que achaste dos outros dois trailers?!
Abraco

Obrigado Anonimo... Who are you mate?!

Anonymous said...

um desconhecido (Pedro) da Caparica que não dispensa o blog do grande Botas!
Qq dia vais ter mais clicks que o Google. eh eh eh ;)