Saturday, March 15, 2008

A versão Australiana da Ilha do Paraíso

Tenho mesmo muita saudades da nossa Ilha do Paraíso... as ondas... os amigos da surfada... as bolinhas de berlim... as sangrias do Vasco... as bifas... a travessia sempre ansiosa da ria no barco da carreira... as fogueiras cheias de bom feeling até ao amanhacer... o parque de campismo que me trás tantas recordações... enfim... não há nada como a nossa Ilha de Tavira, que provavelmente arrisco a dizer até terá servido de inspiração ao Camões para a Ilha dos Prazeres dos Lusíadas! Haha!
Mas felizmente aqui bem perto de Brisbane encontrei uma versão bastante próxima da nossa ilha do Paraíso: A Ilha de North Stradbroke ou Straddie prós amigos... Situa-se mesmo em frente a Brisbane e tem como vizinha a ilha de Moreton, uma estação de captura e processamento de baleias nos anos 60 e 70 e é acessével por um ferry que leva carros e que demora cerca de 45 minutos.
Ao contrário da Ilha do Paraíso Algarvia, o surf aqui é extremamente consistente, aliás é dos sítios mais consistentes de toda a costa Este da Austrália. Apesar de ter quase 38km de costa oceânica surfável, os picos mais surfados encontram-se todos na ponta norte da ilha, e os mais conhecidos são a esquerda de Main Beach, um beachbreak virado a Este/Sueste e que apanha tudo quanto é swell e o pointbreak de Cylinders, uma direita que nos seus dias bons dizem ser comparável a Jeffreys Bay, longa, tubular... mágica... Perguntem ao Saca, numa entrevista que li há uns tempos ele dizia ter sido o sítio onde tinha apanhado as melhores ondas na Austrália. E olhem que ele já correu isto de lés a lés várias vezes...
Tive sorte que um dos meus melhores amigos por cá, o Nick, que infelizmente agora vive em Londres, tem uma casa mesmo em frente a Cylinders e cada 6 meses ou assim lá organizávamos um BOSW (Boys Only Straddie Weekend)! Muitas das melhores recordações que tenho da Austrália devem-se a esses fins-de-semana de relax, surf, música, poker, o barbie a bombar grelhados e noites passadas no Straddie Pub, o único spot da night de toda a Ilha, mas que felizmente é muito frequentado por turistas do sexo feminino de países do norte da Europa... e mais não digo...
Outra das cenas bem fixes de Straddie é que é um dos sitios ideais para ver baleias durante a migração pela costa Este, que normalmente acontece em Junho/Julho para a migração para norte a caminho da Grande Barreira de Coral e Setembro/Outubro para a migração Sul em direcção ao Polo Sul e quando elas já trazem as crias. É incrível estar a surfar e a uns 200m ver aqueles seres enormes a saltar espalhando água por todos os lados e a brincar com as crias ou com golfinhos, sempre presentes por estas águas, lindo! Mas também já apanhei uns belos sustos com a vida marinha destas bandas, especialmente com as enormes mantas negras e com tartarugas. Não é lá muito engraçado ver uma mancha negra enorme a passar mesmo por debaixo de ti, especialmente sabendo que Straddie/Moreton é também dos sitios da Austrália com maior número de tubarões tigre e touro. Durante os anos de caça às baleias a população de tubarões nestas águas aumentou exponencialmente, pois os restos das baleias que não eram aproveitados eram lançados ao mar e claro os nossos queridos amigos, com comida com fartura, multiplicaram-se que nem ratinhos. Felizmente já não há caça de baleias, mas mesmo assim as populações de tubarões mantiveram-se elevadas e um dos últimos ataques mortais na Austrália aconteceu precisamente aqui há 2 anos... Mas é melhor não falar muito disso até porque estou a pensar ir lá muito brevemente...

A esquerda de Main Beach a bombar

A direita mágica de cylinders

Outra cena bem diferente de Straddie em relação à nossa Ilha é o crowd, pois é aqui é quase inexistente, apesar de estar bem perto da Gold Coast, onde num dia normal qualquer pico de qualidade tem mais de muitos a lutar pelas. Aqui o crowd é pouco mas não sei porque há muitos surfistas locais a partir a loiça, sendo o melhor exemplo o Bede Durbidge, nascido e criado aqui. Há pouco tempo umas das etapas do circuito Pro Junior Australiano decorreu em Straddie e mesmo com surfistas no campeonato como Julian wilson, Dale Richards, Mitch Coleborn, Matt Wilkinson, etc, quem ganhou foi um puto surfista local, de quem ninguém sequer tinha ouvido falar. Por acaso o surf para esse campeonato esteve de gala, como podem comprovar pelo vídeo em baixo.

video

Mas mesmo assim, não há Ilha como a nossa Ilha...

5 comments:

etienne neto said...

Para ser quase parecida a Ilha do Paraiso falta:
Mestre Xu Bagarrão, Xocco, Nany, Mike, Alentejano, Estrelas (até o "dono" da Vinha :)), os putos todos eu tambem posso vos fazer companhia e o resto dos amigos que me esqueci, as bifas lá do tal bar, cervejola fresca e mariscada.
Assim sim, QUASE parecia a Ilha do Paraiso. LOLOLOLOLOL
Grandes ondas Botilde, Grandes ONDAS. Até fiquei a babar no teclado.
Aquele abraço e Ahmlé...

Nany said...

Etienne pois é, QUASE parece a ilha do paraiso mas com essa descrição toda, essa ilha só existe uma e mesmo a nossa ilha.Faltava mesmo só essas ondinhas mais frequentes e consistentes com fala o nosso amigo botas.Mesmo assim por mais ondas boas que existam para mim o nosso cantinho está cá no fundo do coração classificado com 5 stars com recordações memoraveis,as primeiras e as mais vividas....

J.Alentejano said...

Pois Botex, só foi pena que durante a minha estadia, por esses lados não tivesse a oportunidade de visitar a ilha do paraíso OZZIE. Eram tantas as coisas que queria fazer e ver que o tempo disponível não dava para tudo.
Espero ter uma nova oportunidade ainda durante esta vida.


J.A.

Anonymous said...

Ler o teu blog faz com que pareça que já estivemos na australia. Espero que falte pouco tempo para isso, mas acho que quando ai estiver vou ter "deja vus". É impossivel ler e nao imaginar os locais..
Muito bom.
Bjnh

Ines

Botas said...

Pois e' pessoal, falta muita coisa para ser como a nossa querida Ilha, mas podem crer que mesmo assim esta-se umuito bem em Straddie, e' mesmo uma Ilha do Paraiso. Mas nem consigo imaginar a curticao que era ter-vos todos ca' todos na ilha de Straddie, acho que a Ilha ia ao fundo com tanta loucura! Mas e' mesmo uns dos sitios mais loucos onde alguma vez ja estive e obrigatorio para quem passar por estas bandas..
Foi mesmo pena o Alentejano nao ter ido la', mas mesmo assim a Ilha onde ele foi na Barreira de Coral ainda e' mais paradisiaca, mas sem ondas claro... ou seja, nao e' la assim muito boa para os nossos propositos!


Ines, ainda bem que tas a curtir os meus relatos, o objectivo e' mesmo esse. Tentar transportar-vos momentaneamente para a Asutralia e acima de tudo tentar cativar-vos para um dia me virem visitar! Tas convidada claro!
Bjinho